Açaí Grosso

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Dia mundial sem carro


Acordei cedo hoje e logo lembrei que amanhã dia 22 de setembro é o dia mundial sem carro. Pensei... vou aderir à campanha, tenho que fazer alguma coisa, o trânsito não pode ficar como está. Vou me preparar psicologicamente pra ir trabalhar sem carro amanhã. Como de costume, tomei meu café matinal, peguei as crianças pra levar para a escola e sai de casa no carro rumo ao trabalho.

Não demorei pra perceber que a tarefa de ir trabalhar sem carro não seria nada fácil no dia seguinte. Logo me deparei com uma parada de ônibus lotada de pessoas tentando subir nos coletivos que ousavam parar no ponto. Digo ousavam simplesmente por que eu não entendia como alguém poderia arrumar um espaçozinho para entrar naquele ônibus. Não tinha como entrar. Eu não conseguiria.

Em alguns segundos me veio uma brilhante idéia. Vou de bicicleta. Passei então a procurar ciclistas para me espelhar. Encontrei vários, mas todos os carros, ônibus e caminhões que passavam por eles, pareciam ignorá-los e passavam tão perto, mas tão perto, e a turbulência era tanta que vi a hora de vê-los estatelados no asfalto. Sem contar que a única ciclovia que encontrei pelo caminho passava pelo canteiro central da avenida mais movimentada de Belém e depois de alguns quilômetros acabava sem deixar os ciclistas em segurança.

A minha vontade de deixar o carro em casa e ir trabalhar conduzindo uma bike ou sendo conduzido por um ônibus coletivo, não durou mais do que cinquenta minutos. O tempo exato que levo para percorrer meros quinze quilômetros de casa ao trabalho diariamente entre 07h e 08h da matina.

É uma pena, vai ficar pra próxima.
Eu vou de carro! e você?

3 comentários:

J.BOSCO disse...

Decisão sábia, cumpadi Açaí Grosso...rsss
Quem é o maluco que vai deixar seu carro em casa, pra sair de ônibus lotado, caindo aos pedaços,enfrentando pedintes, vendedores de balas, cantores cegos e de quebra um assaltozinho??
Tenha santa paciência,mas de carro é bem melhor!
De bicicleta só se for passeio!
abs

J.BOSCO disse...

Eu sou um masoquista, vou sempre pro trabalho de ônibus, não tenho preferência por nenhum, graças a Deus, eu pego o que aparecer na frente.De casa pro jornal, são quatro paradas, mas o suficiente pra assistir o teatro do absurdo.Desde o sanfoneiro cego até ex- presidiários vendendo balas,no bom sentido...rsss
Geralmente compro alguma coisa, quando se trata de um vendedor mal encarado com tatuagens misturadas com cicatrizes.
já me deparei com mudos que falam ao descer dos ônibus pra contar o lucro do dia, na maior cara de pau.
abs

acaigrosso disse...

É Bosco...não dá pra encarar...
Como disse o Kibeloco: "Diamundial sem carro. Pra alguns. Pra mim é o dia mundial sem trânsito".

Sábia frase hein?!

Postar um comentário

Post Relacionados

  ©Design by Dicas Blogger.

TOPO